Flor de Maracujá e a Paixão de Cristo: Qual a relação?

A flor de Maracujá é conhecida como “Flor da Paixão”, devido a sua semelhança com as cinco chagas da Paixão de Cristo. É crença popular que o maracujá foi criado por Deus para lembrar o sacrifício do calvário de Cristo. A lenda diz que o sangue de Jesus  Cristo, molhou uma pequena planta que se encontrava junto da Cruz. Essa planta transformou-se no maracujá, para lembrar o sacrifício do Calvário.  A sua flor lembra a coroa de espinhos, os 3 cravos e as 5 chagas.

Segundo estudos os missionários jesuítas observam na flor do maracujá algo além da beleza estética. Ele a receberam como um presente de Deus para ajudar em seu trabalho de catequese aos indígenas sobre a história da crucificação. Associaram ás cores da  planta com as  da Paixão de Cristo, como os vermelhos e aos roxos que são utilizados nos rituais cristãos da Semana Santa.

Além das cores, a coroa floral transformou-se na própria imagem da coroa de espinhos com que Cristo foi crucificado. Os três estigmas da flor passaram a ser os três cravos que o prenderam na cruz. Suas cinco anteras estariam representando as cinco chagas de Cristo; as gavinhas eram vistas como os açoites qque o martirizaram; e o fruto redondo era a representação do mundo que o Cristo veio redimir.

O simbolismo da paixão de Cristo está representado nesta planta, sendo o fruto que representa a mais importante história da bíblia.

A FLOR DO MARACUJÁ

(Autor: Catulo da Paixão Cearense/ poeta popular brasileiro)

Encontrando-me com um sertanejo
Perto de um pé de maracujá
Eu lhe perguntei: Diga-me caro sertanejo
Porque razão nasce roxa
A flor do maracujá?
Ah, pois então eu lhi conto
A estória que ouvi contá
A razão pro que nasci roxa
A flor do maracujá
Maracujá já foi branco
Eu posso inté lhe ajurá
Mais branco qui caridadi
Mais brando do que o luá
Quando a flor brotava nele
Lá pros cunfim do sertão
Maracujá parecia
Um ninho de argodão
Mais um dia, há muito tempo
Num meis que inté num mi alembro
Si foi maio, si foi junho
Si foi janero ou dezembro
Nosso sinhô Jesus Cristo
Foi condenado a morrer
Numa cruis crucificado
Longe daqui como o quê
Pregaro cristo a martelo
E ao vê tamanha crueza
A natureza inteirinha
Pois-se a chorá di tristeza
Chorava us campu
As foia, as ribera
Sabiá também chorava
Nos gaio a laranjera
E havia junto da cruis
Um pé de maracujá
Carregadinho de flor
Aos pé de nosso sinhô
I o sangue de Jesus Cristo
Sangui pisado de dô
Nus pé du maracujá
Tingia todas as flor
Eis aqui seu moço
A estoria que eu vi contá
A razão proque nasce roxa
A flor do maracujá

Fontes: http://cifrantiga3.blogspot.com.br/2006/02/catulo-o-poeta-popular-do-brasil.html

http://olhares.uol.com.br/flor-de-maracuja-selvagem-foto3276028.html

http://olhares.uol.com.br/slideshow/149932/#num=3276028&id=album01

A simbologia da flor do maracujá e a Paixão de Cristo/ Artigo apresentado como       requisito para conclusão da Pós Graduado do Curso de Psicoteologia e Bioética na Faculdade Evangélica do Paraná.

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 302 outros seguidores

%d bloggers like this: